Afinal, foi o melhor ataque que ganhou o campeonato, não foi a melhor defesa

Há um lugar comum que persiste entre os comentadores de futebol, que repetem à exaustão a velha lenga-lenga: "os melhores ataques ganham jogos, mas são as melhores defesas que ganham campeonatos".

Será assim? Este ano, tal como o ano passado, não foi assim. Nas duas últimas épocas, o Benfica foi o melhor ataque mas não foi a melhor defesa do campeonato, e mesmo assim foi campeão.

 

E ao longo da história, quem tem ganho mais campeonatos, os melhores ataques ou as melhores defesas?

Fui fazer as contas e eis os resutaldos a que cheguei. Em 82 campeonatos nacionais disputados, há mais campeonatos vencidos pelo melhor ataque do que vencidos pela melhor defesa.

 

Há 29 casos (35,3%) em que o campeão teve ao mesmo tempo o melhor ataque e a melhor defesa.

Há 23 casos (28%) em que o campeão teve o melhor ataque, mas não teve a melhor defesa (como este ano o Benfica).

Há 20 casos (24,3%) em que o campeão teve a melhor defesa, mas não teve o melhor ataque.

Por fim, há 10 casos (12,1%) em que o campeão não teve nem o melhor ataque, nem a melhor defesa do campeonato.

 

Conclusão: da próxima vez que ouvir alguém a dizer que para ser campeão é preciso ter a melhor defesa, apresente este números.

Em futebol, é mais importante marcar golos do que não sofrer, pois é com golos que se vencem os jogos...e os campeonatos. 

publicado por Domingos Amaral às 14:50 | link do post