Marca da semana: Meo

Acho que se pode dizer que o mundo das marcas em Portugal não seria o mesmo sem a Meo. 

É deveras impressionante a força e a presença da marca, por todo o lado, da televisão ao futebol, dos concertos à noite. 

Passada a fase de lançamento, poderia pensar-se que a marca ia apenas manter a sua visibilidade, tal como fazem muitas outras.

Porém, não é isso que se passa, e a marca Meo continua a revelar um enorme ambição e um desejo permanente de conquista de consumidores.

Há uns meses, vimos o Pavilhão Atlântico mudar de nome, tornando-se na Meo Arena, um bocado à semelhança de muitos pavilhões desportivos americanos, ou mesmo estádios, que têm o nome do patrocinador.

Depois, manteve-se a aposta na noite algarvia, este ano ainda mais forte.

Já existia o Meo Spot em Portimão, um dos points obrigatórios para quem gosta de dança e noitadas, e agora há também o Meo Spot Quinta do Lago, no antigo Trigonometria, apostando em captar um tipo de público que com os anos se afastou daquelas terras.

Veremos se o local ressuscita, mas a aposta é boa.

Um pouco mais para cima, na Costa Alentejana, já se fazem ouvir desde ontem os acordes musicais do Meo Sudoeste, um festival com uma tradição riquíssima, ao qual a marca se associou há já uns anos, confirmando que este é um nicho de mercado em que todos querem estar. (A Vodafone anunciou recentemente que será a principal patrocinadora do Rock in Rio Lisboa 2014). 

Além disso, a Meo continua no futebol, com a associação essencial aos três grandes clubes portugueses, Benfica, FC Porto e Sporting.

Por fim, há as omnipresentes campanhas publicitárias na televisão, com a presença dos Gatos Fedorentos.

Embora a actual campanha me pareça menos bem conseguida que as anteriores, a sua persistência e permanência aumentam a visibilidade da marca de uma forma muito consistente. 

Qualquer pessoa que viva em Portugal, ou que cá esteja durante o Verão, não pode deixar de reparar na Meo, essa é que é essa. 

publicado por Domingos Amaral às 11:39 | link do post