FC Porto e Benfica são gémeos siameses?

FC Porto e Benfica parecem este ano gémeos siameses, inseparáveis e praticamente idênticos em tudo. Apenas uns ligeiros pormenores os diferenciam.

O registo de ambos é quase igual, nas várias competições. No total, o FC Porto já fez 34 jogos esta época, para todas as competições em que participou. Venceu 26 jogos, empatou 6 e apenas perdeu 2 jogos (em Paris e em Braga). Este registo dá uma percentagem de vitórias de 85 por cento, o que é muito bom.

Já o meu Benfica fez mais jogos, ao todo 36, obteve 27 vitórias, cedeu 7 empates e também teve duas únicas derrotas (em casa, com o Barcelona, e em Moscovo). Assim, tem uma percentagem de vitórias de 84,7 por cento, praticamente idêntica à do FC Porto.

Ambos estão a fazer uma temporada muito forte, e não há forma de se gerarem distâncias relevantes entre os dois. Ontem, por exemplo, muita gente temia o Paços de Ferreira, que está a fazer um extraordinário campeonato, mas a verdade é que o Benfica não deu qualquer hipótese, e venceu facilmente por 3-0.

Benfica e FC Porto estão claramente noutra galáxia futebolística de todos os outros clubes nacionais, e mesmo Braga e Sporting têm muitas dificuldades para conseguir bater o pé aos dois grandes. Embora o FC Porto vá a Alvalade na próxima jornada, ninguém acredita que não vai ganhar aos leões.

É evidente que ainda faltam 10 jornadas, e há muitos jogos difíceis pela frente, mas se as duas equipas mantiverem este registo, a coisa vai ferver até ao fim! Quem separa este gémeos siameses? Será que temos mesmo de esperar pelo jogo no Dragão? 

Isto é o que se passa dentro do campo. Já fora do campo há claras diferenças. Enquanto Pinto da Costa dá moral e confiança a Vítor Pereira, para as bandas da Luz começam os disparates, e lá veio um vice-presidente do clube. o senhor Varandas Fernandes, fazer ultimatos a Jorge Jesus, dizendo que o contrato dele só será renovado se ele ganhar títulos!

O Benfica continua cheio de gente que não percebe que esse tipo de ameaças só desestabilizam, e podem desconcentrar o treinador e os jogadores, num momento em que todos precisam de estar focados no presente, e não no futuro.

Jesus é o melhor treinador do Benfica das últimas três décadas, o melhor desde Eriksson, e só pessoas que não percebem nada de futebol acham que ele se deve ir embora! O senhor vice-presidente devia era estar calado! 



 

publicado por Domingos Amaral às 11:01 | link do post