Geração "Toma!"

Será que vamos ser felizes hoje à noite? Será que Portugal estará nas meias-finais do Euro 2012? Ao longo do dia a expectativa cresce, a ansiedade cresce, sentimo-nos nervosos, queremos que o jogo chegue mais depressa, como se a velocidade do tempo fosse resolver a partida, como se um salto rápido até às 19.45 nos proporcionasse uma vitória certa. A incerteza sobre o resultado é a principal razão para o sucesso do futebol enquanto espectáculo, e por isso temos de esperar, e esperar, e esperar. Resta-nos pois sonhar, sonhar que pelas nove e meia, mais coisas menos coisa, vamos ser felizes, vamos gritar e libertar este sentimento contido durante tantas horas. Esta noite tive um sonho, sonhei que Portugal ganhava por 1-0, um golo marcado pelo Cristiano Ronaldo, num livre, um daqueles "tomahawk" fatais que ele tão bem dispara. O golo acontecia apenas em cima da hora, aos 90 minutos, mas deixava o bom do Peter Cech de cara à banda, e fazia nascer uma nova geração de jogadores portugueses, a geração "Toma!", uma mistura de toma lá com "tomahawk".

publicado por Domingos Amaral às 11:51 | link do post