Dont Give Up, You Still Have Friends

Ontem, lembrei-me de Peter Gabriel e de Kate Bush, e do seu lindíssimo dueto "Dont Give Up" (http://www.youtube.com/watch?v=uiCRZLr9oRw). Ouvi na televisão que em Portugal já existem mais de 1 milhão e 400 mil portugueses desempregados e pensei nesta bela canção pois ela é sobre o desemprego, sobre os homens e as mulheres que se sentem perdidos sem trabalho. 

Peter Gabriel, o homem desempregado, começa por nos falar de uma "terra orgulhosa onde nós crescemos fortes", onde sempre fomos queridos, e onde "nos ensinaram a lutar e a vencer", até ao dia em que um homem descobre que "pode falhar", um homem cujos sonhos desertaram, um homem que "ninguém quer, porque nunca ninguém nos quer quando perdemos".  

No video, podemos ver a sua mulher, que o abraça e lhe pede para ele não desistir, que lhe dá a sua ternura e a sua solidariedade numa hora difícil. Em contraponto à voz de Gabriel, desiludida, a voz de Kate Bush é a voz da esperança, da capacidade de resistência, do amor. "Não desistas, tu tens amigos, ainda não estás vencido, eu sei que vais conseguir". A desesperança ataca o homem, mas ela insiste: "não desistas, tu tens-nos a nós, nós não precisamos de muito, tu preocupas-te demais, por favor não desistas".

A música é lenta, pausada, mas é a letra que é magnífica, e sobretudo o combate entre a voz do amor e a da desesperança. O magistral, sempre magistral Peter Gabriel, continua, dizendo que não aguenta mais. Depois de ter estado numa ponte, de talvez ter pensado no suicídio, ele muda-se para outra cidade, mas também por lá não há trabalho para todos, e ele já não sabe o que fazer.

O video mostra então de novo a cara de Kate Bush, e lá vem a voz que o levanta do chão, a mulher que o abraça sempre, dizendo-lhe "não desistas, tens amigos, não és o único, não há razão para teres vergonha, nós temos orgulho em ti, tu sabes que nunca foi fácil". E a música acaba com eles abraçados, transformando-se num hino à união humana em tempos difíceis.

É isso que hoje quero recordar, os ensinamentos desta magnífica música. É preciso não desistir, é preciso acreditar que vamos conseguir, é preciso sermos solidários. Peter Gabriel e Kate Bush mostram-nos como. A mulher dá força ao homem, dá-lhe o orgulho que o mundo lhe nega; e o homem apoia-se nela, e ampara-a também, pois pressente que, por mais pessimista que esteja, vai existir um futuro, e só junto e abraçado o casal lá chegará.

Este é o meu pensamento hoje. Para todos os meus amigos que estão no desemprego, e para todos os outros que não conheço, para mim, para ti, para todos nós. Oiçam esta maravilhosa música e não desistam. Por favor, não desistam! E não se esqueçam de que têm amigos, de que há muita gente a tentar mudar as coisas, para que este inferno chegue um dia ao fim. 





publicado por Domingos Amaral às 10:43 | link do post