Boa, Diário Económico!

O Diário Económico lançou um manifesto contra a subida de impostos, o que é uma excelente ideia que deve ser aplaudida e apoiada. Mais impostos só vão trazer mais do mesmo: quebra na actividade económica, contração do consumo, recessão generalizada e isso tem como consequência a quebra das receitas fiscais e o aumento do deficit. Portanto, mais impostos é igual a mais deficit, e só não vê quem não quer ver. Era fundamental que os impostos não subissem mais, como defende o Diário Económico, mas eu vou mesmo mais longe e sugiro que se desçam já certos impostos. É que se mais impostos é igual a mais deficit, então menos impostos deve ser igual a menos deficit. Um "choquezinho fiscal", em especial no IVA, poderia gerar mais actividade e ajudar-nos a sair da recessão, e pelo caminho voltavam a subir as receitas fiscais e a diminuir o deficit. Mas isso, é claro, era ousado demais para ser levado à prática, por isso lutemos para que, pelo menos, os impostos não subam mais.

publicado por Domingos Amaral às 11:44 | link do post