Até que enfim, BCE!

Mais de três anos passados desde o início da crise financeira na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) decidiu finalmente tornar sua política oficial a compra de dívida pública dos países que estejam com problemas financeiros graves. Três anos! Foram precisos três dramáticos anos, durante os quais se degradou brutalmente a economia da zona euro, e afocinharam numa recessão grave vários países, como a Grécia, a Irlanda, Portugal, a Espanha ou a Itália, para que o BCE aprovasse finalmente o que muitos diziam, desde o ínicio, ser uma fórmula alternativa para sair da crise. Três anos é muito tempo, e muito se destruiu, mas é sempre bom verificar que as boas ideias acabam por prevalecer e as más por ser abandonadas. Esperemos que, talvez daqui a um ou dois anos, os países europeus cheguem também à conclusão que os programas de austeridade draconianos que foram impostos a certos países pela "troika" foram uma fórmula errada de resolver o problema, e mudem as políticas. Só os teimosos persistem obstinadamente por caminhos errados, os inteligentes sabem mudar de ideias a tempo.

publicado por Domingos Amaral às 11:20 | link do post