A melhor praia de Portugal

Conheço muitas praias de Portugal mas não conheço nenhuma tão apaixonante como Vale Figueiras. Quilómetros de areia, plana como poucas praias em Portugal são planas, sem fundões ou quebra-cocos, ladeada por falésias que não tombam e a defendem dos ventos, criando um micro-clima único; um mar com sabor a mar, salgado como poucos, o iodo a envolver-nos sempre, a regenerar-nos; as ondas nem muito perto nem muito longe. É boa para o surf mas também para banhos tranquilos, boa para adultos mas também para crianças; boa para caminhadas longas, corridas ao fim da tarde; boa para caçar às rochas mexilhões e perceves; boa para ler, para dormir, para construir castelos ou lagos na areia. Além disso, há comunidades estranhas, seitas ou nudistas, pescadores ou escolas de surf, e há lugar para todos no areal imenso cujo fim é distante, mutante com a maré e misterioso. Quem nunca se apaixonou por esta praia é porque não gosta de praias, mas para mim não há outra igual. Como tudo o que tem valor, é uma praia difícil, inacessível como uma princesa no alto da torre de um castelo. Para lá chegarmos é preciso saber, é preciso não se perder, é preciso atravessar o pó e as pedras, é preciso caminhar, deixar o carro longe quando se chega tarde. Vale Figueiras é um desafio e um prémio e fica para sempre dentro de nós.

publicado por Domingos Amaral às 12:34 | link do post