O futebol não é para meninas!

Ninguém avisou os jogadores do Benfica, mas o árbitro do jogo de ontem era uma donzela frágil e abonecada, embora maliciosa e cheia de estratagemas. Primeiro, apanhou uma fúria e preparava-se para expulsar um jogador do Benfica, mas pelo caminho albalroou um outro, Maxi Pereira, a quem deu uma valente cotovelada. Depois, ao ver o enorme Luisão a avançar para ele, assustou-se, e mais ainda quando o capitão do Benfica chocou contra ele. Vai daí, qual donzela atarantada, atirou-se para o chão, num desmaio teatral e forçado, como fazem as moças em certos musicais, operetas ou peças de teatro. E ali ficou, de braços abertos, falso como Judas, num patético exercício que ninguém entendeu. Depois, quando voltou a si, a donzela, desonrada e envergonhada, resolveu amuar e não mais arbitrou. Alguém o devia ter avisado que o futebol não é para meninas.

publicado por Domingos Amaral às 13:39 | link do post