Tróia e a Comporta

Há quatro verões que não ia a Tróia e à Comporta e descobri alguns melhoramentos. Já não temos de passar por dentro da pequena vila do Carvalhal para chegarmos às praias, há um ciclovia nas bermas e luzes à noite, mas de uma maneira geral as coisas estão muito parecidas, excepto em Tróia. Ainda se pode ir de jeep pelas dunas para praias semi-desertas, descobrindo um "spot" lindo que não deve nada às Caraíbas e aonde temos como bónus ver passar um grupo de golfinhos, que à tarde se entendiam com o estuário do Sado e saiem ao mar para dar uns saltos nas ondas. É certo que tivemos o previlégio de ser muito bem recebidos, em casa dos melhores anfitriões possíveis, que nos estragaram com mimos, e um fim de semana passado com vista para os arrozais, a comer e a beber bem, tornou-se facilmente um momento inesquecível. Obrigado Vanessa e Paulo.    


 

publicado por Domingos Amaral às 12:18 | link do post