Mateus Solano, ou como um grande actor pode ser um bom gay!

Mateus Solano é provavelmente um dos melhores actores brasileiros da nova geração.

Já tinha gostado muito dele na Gabriela, em que fez de Dr. Mundinho, o jovem político que desafiava o Coronel Ramiro Bastos.

Mas, a sua interpretação como Felix, na telenovela "Amor à Vida", que passa na SIC agora, é verdadeiramente fenomenal!

Felix é um homossexual não assumido, que casou porque o pai mandou, que não gosta da mulher mas a atura.

Além disso, é também mal formado, cheio de ódiozinhos, capaz de trair e lixar todos os que se metem no seu caminho.

Mas, é como gay que ele reaje a quase tudo, com gritinhos tontos, efeminados; com preocupações e tiques reveladores da sua natureza.

E é aí que Mateus Solano se revela genial, conseguindo que, apesar de a personagem ser repelente, nós fiquemos verdadeiramente subjugados pela sua capacidade de ator.

Ele é muito convincente, como gay, e ainda mais como gay não assumido, a quem a natureza leva a reagir de uma certa forma, mas depois sente a necessidade de travar as suas reações, para que ninguém, sobretudo o pai, desconfie dele.

A rir, a chorar, a praticar maldades, a intrigar, a desconfiar, a tentar seduzir outros homens, Mateus Solano é fabuloso.

Até há poucos anos, eram poucos os heterossexuais que tinham coragem para interpretar uma personagem homossexual.

Havia uma ou outra mulher, e muito poucos homens capazes de disso, talvez porque temessem que a imagem gay os prejudicasse depois na sua vida pessoal ou profissional, criando desconfianças ou hostilidades.

Porém, homens como Mateus Solano quebram essa barreira, provando que é perfeitamente possível, desde que se seja bom actor, interpretar um gay, mesmo não o sendo na sua vida pessoal.

Na América, há outro caso idêntico.

O ator chama-se Eric Stonestreet, e é o famoso "Cam" da comédia Modern Family.

Também aí temos uma fantástica representação.

Cam forma um casal gay, e é extremamente convincente como gay, o que mostra como ele é um grande actor, pois nós acreditamos piamente que ele é 100 por cento gay.

São dois grandes exemplos de uma enorme mudança que se está a dar em frente dos nossos olhos, de mais uma barreira de preconceitos que cai.

Embora Modern Family (de que sou um fã incondicional) seja muito melhor do que Amor à Vida, certas noites dou por mim a ver a telenovela da SIC, só para ter o prazer de ver um grande actor a representar. 

publicado por Domingos Amaral às 12:29 | link do post