Cristiano Ronaldo é o maior!

Hoje estava para escrever sobre a expectativa com que os portugueses estão, à espera de notícias da "troika", que anda por aí em Lisboa. Contudo, depois pensei um bocado e achei melhor escrever sobre o Cristiano Ronaldo.

Que grande jogo fez ele ontem em Nou Camp! Mais uma vez, Ronaldo calou os críticos e calou também os adeptos do Barcelona, que apesar de terem Messi na equipa, já têm pesadelos permanentes com o nosso Cristiano, pois ele farta-se de marcar golos contra eles.

Ontem, foram mais dois. Um de penalty e outro a concluir uma grande jogada do muito saudoso Di Maria (que falta ele faz ao Benfica...) Ronaldo é assim, é alguém em quem se pode confiar, diz sempre presente, mesmo nos momentos mais difíceis.

Essa é uma das suas mais fortes características, raramente falha ou se esconde nos momentos mais complicados. Está sempre lá, e quando a pressão aumenta, ele aumenta a velocidade e a vontade. A diferença em relação a Messi ontem foi abissal. Onde estava o suposto melhor jogador do mundo que ninguém o viu? Ontem, Messi, o maravilhoso Messi, desapareceu para parte incerta, fartou-se de falhar passes, e parecia um jogador banal e até, em certos momentos, medíocre.

Já Ronaldo, cada vez que tocava na bola, era uma emoção. O que é que ele vai fazer?, perguntava Alex Ferguson, há umas semanas, antes do seu Manchester ir a Madrid jogar com o Real. É a melhor pergunta que se pode fazer quando se vê Ronaldo com a bola nos pés. O que vai sair dali?

Os génios são assim e Ronaldo é um génio. Temos muita sorte de ele ser português, essa é que é a verdade.

Que se lixe a troika, enquanto ele jogar não pensamos nisso!

publicado por Domingos Amaral às 15:32 | link do post